Notícia

Notícia - 15/03/2017

Delegados da Polícia Civil participam de Ato Público contra Reforma da Previdência

TEXTO: +A -A

A Associação dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Ceará (Adepol/CE) participou, na manhã desta quarta-feira (15), em frente ao plenário 13 de Maio, na Assembleia Legislativa, de Ato Público contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 287, Reforma da Previdência.  A ação foi organizada pela União dos Policias do Brasil (UPB) e contou com a participação de outras sete entidades, e teve como tema “POLICIAL IDOSO, SEGURANÇA EM JOGO”. Os líderes das respectivas categorias presentes alertaram sobre os perigos da Reforma da Previdência para os servidores de segurança pública do Ceará.

A mobilização tem como principal objetivo, a retirada dos profissionais de segurança pública do texto geral da Reforma da Previdência (PEC 287) que, caso seja aprovada, o policial terá que trabalhar até 70 anos. “É inaceitável uma proposta como essa. O Governo querendo tirar nossa aposentadoria especial e esquecendo dos riscos que temos ao exercer essa profissão”, disse o delegado Pedro Viana, 2º vice–presidente da Adepol/CE.

Ainda na semana passada, o presidente da Adepol/CE, delegado Milton Castelo, esteve em Brasília, onde, através da Adepol do Brasil, encaminhou ao deputado federal, Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), a sugestão de emenda que remete a regulamentação da aposentadoria policial à Lei Complementar sem incidência do texto da PEC 287/2016 sobre os servidores policiais dos órgãos previstos no artigo 144, I, II, III e IV (respectivamente Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Ferroviária Federal e Polícia Civil).