Notícia

Notícia - 17/01/2018

Adepol/CE lança nota de apoio ao Delegado Aristóteles Tavares

TEXTO: +A -A

 

NOTA DE APOIO 

 

A Associação dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Ceará -Adepol-Ce, vem, através da presente nota, prestar o seu mais irrestrito apoio e solidariedade ao Delegado Aristóteles Tavares Leite, em face de matéria que circulou em redes sociais dando conta de que as aeronaves da CIOPAER “não poderiam mais participar de caça a bandidos no Estado do Ceará” em face de ordens advindas do seu coordenador, cargo ocupado atualmente pelo suso mencionado Delegado.

De início, é de se rechaçar na sua integralidade a falsa denúncia, a qual, de forma maldosa e inescrupulosa, objetivou desvirtuar um documento que versa tão somente sobre as normas de segurança das operações, mas que, nem de longe, enseja a imaginar que a CIOPAER recuará no efetivo, eficaz e importante combate à criminalidade e na defesa da população do nosso Estado.

O que se pode imaginar, é que a malsinada denúncia visou tão somente, da forma mais rasteira e desclassificada possível, desestabilizar o excelente trabalho desenvolvido pelo Delegado Tavares à frente daquele grupamento, o que revela suas características de profissional probo, diligente, de capacidade técnica incontestável e de conduta inatacável.

Venha de onde tiver vindo,  certamente, o maldoso documento não abalará a trajetória exemplar  e de sucesso do Delegado Tavares que incansavelmente empresta a sua inteligência e força de trabalho em prol de uma CIOPAER cada vez maior e mais eficiente, sobretudo, repise-se, na defesa do povo do Estado do Ceará.

Isto posto, os voos policiais, quer preventivos, quer repressivos continuarão a ocorrer, dando apoio irrestrito as forças policiais em terra, todavia nunca perdendo de vista a segurança das pessoas embarcadas nas aeronaves da CIOPAER e das pessoas em solo. A não observância destas regras, que constam dos regulamentos de tráfego aéreo do Brasil, já ocasionou a perda de vidas e de aeronaves em varias unidades aéreas policiais do Brasil, a exemplo do Rio de Janeiro e de Alagoas, exatamente os riscos que a gestão da CIOPAER deseja mitigar. Fora desta finalidade tudo o mais é falácia maldosa que deve ser desconsiderada.

 

A Diretoria