Notícia

Notícia - 11/04/2019

Aplicativo de transporte auxilia em casos de assédio sexual no transporte público

TEXTO: +A -A

Integridade física e psíquica das mulheres foi pauta em jornalístico nacional, após a Prefeitura de Fortaleza, em parceria com Polícia Civil do Estado do Ceará, lançarem lançarem o aplicativo “Meu Ônibus – NINA”. A ferramenta auxilia mulheres vítimas de assédio sexual dentro dos coletivos de Fortaleza. A denúncia pode ser feita no momento que o acusado praticou o ato, as informações são repassadas à Delegacia de Defesa da Mulher de Fortaleza – DDM.

Com o objetivo de combater o crime, a vítima terá um espaço reservado para contextualizar sobre o ocorrido, restando inclusive as características do indivíduo. Com isso, o sistema de câmeras de monitoramento dos terminais e de dentro dos ônibus serão peças fundamentais no processo investigatório.

A identidade da vítima será preservada. O principal intuito será encaminhar as imagens do circuito de segurança para uma plataforma onde, somente os policiais da especializada poderão ter acesso. A matéria foi exibida no Jornal Nacional que, na ocasião, também explicou que, em caso da vítima ser menor de idade, o caso será acompanhado pela Delegacia de Combate à Exploração da Criança e Adolescente (Dceca). Em pouco tempo que o aplicativo foi instalado, a polícia já recebeu 200 denúncias, sendo 16 inquéritos de “importunação sexual” – ato que se tornou crime em setembro. A Associação dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Ceará apoia a ideia.