Notícia

Notícia - 12/03/2018

Curso de extensão capacitará universitários para ações de combate à violência doméstica

TEXTO: +A -A

 

 

A Universidade Sete de Setembro, em parceria com a Associação dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Ceará (Adepol), apresentou na manhã desse sábado (10), um curso de extensão sobre a Lei 11.340 (Lei Maria da Penha). Os alunos serão treinados para atuação em comunidades, espaços públicos e Delegacias especializadas no combate à violência doméstica. A ideia prioritária do projeto é capacitar graduandos dos cursos de Comunicação, Psicologia e Direito. Elaborar material didático virtual e real sobre a Lei Maria da Penha será outro eixo a ser trabalhado.

Inicialmente foi apresentado um histórico sobre a realidade de casos na Delegacia de Defesa a Mulher (DDM), expondo situações de um homem misógino, medidas protetivas de urgência e como a mulher deve agir em casos de violência. Os alunos também conheceram o projeto “Em Defesa da Paz” e tiveram a oportunidade de opinar e participar, inclusive aprendendo técnicas de defesa pessoal que são ensinadas durante o “Em Defesa da Paz”. Robson Holanda, estudante do 4° semestre do curso de Direito, participou e garantiu que a técnica aplicada pela guarda municipal de Caucaia, Shelly Anne, funcionou mesmo.

O coordenador do curso de Direito, professor Paulo Carvalho, considerou o momento importante, uma ferramenta de defesa as mulheres vítimas da violência. O docente também expôs aos participantes outros projetos acadêmicos administrados no centro universitário que visam o bem-estar social.

Por fim, a coordenadora do curso de extensão pontuou que os acadêmicos estarão habilitados para a construção de minutas de requerimentos das medidas protetivas de urgência, minutas de relatórios finais e minutas a representação de Prisão Preventiva e Prisão Temporária. A delegada Jeovânia Holanda, também acredita que  denúncias aumentarão após o conhecimento da sociedade.