Notícia

Notícia - 26/04/2018

Delegados denunciam operação do Ministério Público e cobram segurança jurídica em ações investigatórias

TEXTO: +A -A

A coletiva realizada na tarde desta quinta-feira (26), na sede da Associação dos Delegados de Polícia Civil do Estado do Ceará (Adepol/CE), foi marcada pela revolta e comoção dos membros que compõem a Polícia Civil diante da operação do Ministério Público denominada “Renault 34”. Para a diretoria executiva da Adepol/CE, o Ministério Público se utilizou do site da instituição para publicar uma matéria que deveria ser um processo investigativo sigiloso, abrindo espaço para um espetáculo midiático desnecessário e destruidor. Tanto que o cenário do previsível drama veio 24 horas após o afastamento do delegado Romério Almeida. O titular do 34º DP foi encontrado baleado e levado às pressas a uma unidade hospitalar.

Diante de uma operação catastrófica do MP, a Adepol/CE promete ações em defesa da segurança jurídica, evitando novos desastres semelhantes ao que ocorreu em nosso Estado, quando um delegado com mais de 30 anos de serviços prestados à sociedade cearense, recebeu uma sentença de morte. “Somos operadores da lei e sabemos até onde podemos ir. Lamentamos profundamente a forma como este caso foi tratado, pois sequer existe uma ação penal”, declarou Milton Castelo Filho, presidente da Adepol/CE. O representante da categoria também fez referência aos trabalhos realizados pelo delegado Romério Almeida, que tem um passado digno de elogios.  

O presidente do Sindicato dos Policias Civis de Carreira do Estado do Ceará (Sinpol/CE), Francisco Lucas, se mostrou preocupado com as operações do Ministério Público que mancham a imagem da instituição policial. O advogado da associação, Dr. Leandro Vasques, criticou a condução precipitada da operação e recordou que o delegado Romério Almeida disse não estar em condições para falar com a assessoria jurídica da Adepol/CE. O desabafo veio durante uma ligação telefônica feita pelo advogado. Por fim, a diretoria informou que haverá uma Assembleia Geral nesta sexta-feira (27), às 10h, para que as próximas ações sejam deliberadas pela categoria.