Notícia

Notícia - 28/08/2019

NOTA PÚBLICA

TEXTO: +A -A

A Associação dos Delegados de Polícia do Estado do Ceará (ADEPOL/CE) vem apresentar nota pública de esclarecimento relativa à notícia publicada pelo jornalista Fernando Ribeiro, que indevidamente expôs a imagem de um delegado de polícia civil. Aos 21 de agosto do corrente ano, na matéria de título “PM é gravemente ferido a tiros durante operação desastrosa de agentes da Controladoria Geral de Disciplina”, o mencionado jornalista tratou de uma ocorrência, na qual se deu a abordagem em flagrante de policial militar acusado da prática de extorsão.

No texto da notícia, a qual foi redigida em forte tom de crítica à operação da Controladoria Geral de Disciplina, o jornalista chama atenção para o fato de os policiais estarem no local utilizando veículo descaracterizado, indicando o modelo, cor e placa. No entanto, causou espanto o fato de que a placa informada é vinculada, na verdade, ao automóvel particular de um delegado de polícia, o qual não participou da operação, muito menos esteve no local do ocorrido ou teve seu carro utilizado na situação.

A divulgação do número da placa de um veículo particular, de propriedade de uma autoridade policial que não tem relação nenhuma com a ocorrência, causou um prejuízo irreparável ao citado agente de segurança pública. Isso porque, em razão da divulgação da informação, não só o a placa do delegado de polícia, mas também seus dados pessoais e sua foto passaram a ser amplamente divulgados em redes sociais, notadamente o Whatsapp.

A situação se revelou ainda mais gravosa porquanto a matéria trouxe repercussão negativa para a operação da CGD, fazendo com que a autoridade policial se tornasse potencial alvo de ataques de cunho pessoal e profissional. Dessa forma, infelizmente inúmeros infortúnios e danos vem sendo causados à pessoa do delegado. Verifica-se que posteriormente foi retirado o número da placa da notícia, bem como o jornalista em menção publicou uma nota de esclarecimento sobre o fato. Não obstante, a mácula moral persiste, uma vez que a divulgação se efetivou e sua difusão em redes sociais é incontrolável.

A ADEPOL/CE compreende que a liberdade de imprensa é valor essencial ao Estado Democrático de Direito, sem a qual os princípios republicanos se tornam inócuos. Entretanto, o mister de informar e noticiar deve ser realizado com cautela, responsabilidade e de forma comprometida com a verdade, evitando atitudes precipitadas. Dessa forma, necessário que os devidos esclarecimentos sejam realizados, buscando atenuar, embora já irremediáveis, os danos decorrentes da exposição indevida de um delegado de polícia, que se trata de agente de segurança respeitado e que desempenha importante e notório trabalho na Segurança Pública Estadual.